Serviços
Agenda
Postagens
Cinema
Sua empresa no guia - clique aqui!
Início
automedicação
Marcelo Appel
23
Jan
2013

 

“A diferença entre o remédio e o veneno, é a dose...”.

 

Causa mais comum de internamentos hospitalares evitáveis, com 13 letras??

 

R: Automedicação.

 

          Os dados são assustadores, mas verdadeiros. O Brasil é o país com mais casos relacionados a ingestão voluntária de medicamentos não prescritos no mundo inteiro........ mais uma estatística para não nos orgulhar.....

          Desde a compra de “remédios fraquinhos” em balcões de farmácias e/ou supermercados até o uso de medicações que foram prescritas para outros pacientes (“minha tia tomou e foi muito bom pra ela – então tomei também”) a automedicação é praticamente uma epidemia no nosso país. A maioria dos casos se refere ao segundo exemplo, geralmente os mais graves – alguns fatais. Existem também casos de prescrição médica inicial para uma determinada condição ou doença e o paciente “aproveita” o medicamento que sobrou e o utiliza para “algo parecido, com sintomas semelhantes”, levando a resultados desastrosos.

          Todo e qualquer tipo de medicação tem uma finalidade determinada, não tolerando adaptações por pessoas não qualificadas. Medicações já são, por natureza, perigosas para manusear, até mesmo por profissionais capacitados e experientes – imagine-se pela população leiga.

          Automedicação não pode ser só definida como tomar um medicamento que não foi prescrito – também é alterar a dose recomendada, tomar a medicação por período menor ou maior do que foi prescrita ou tomar a medicação prescrita para outra pessoa.

          Há de chegar o dia em que o cidadão consciente só ingerirá a medicação que lhe prescrita por profissional capacitado, na dose recomendada, pelo período adequado.

 

Enquanto este dia não chega.... cuidado com o que você toma!

 

 

 


comentar
Nome:
Email:
Comentario:
Comentar
Comentários (0)
Colunistas
Marcelo Appel

Sobre

Formado pela UFSC. Residência em Ortopedia e Traumatologia na Clínica de Fraturas XV e Hospital Infantil Pequeno Príncipe, em Curitiba - PR. Esp. em cirurgia do joelho, cirurgia do ombro e artroscopia no serviço Saint-Anne Lumière, Lyon - França. Afiliado internacional da Academia Americana de Ortopedia.



O seu navegador não é mais suportado.

Atualize para um navegador moderno.
Obrigado, equipe Guia Lageano.